▲ A minha vida é a isso mesmo, minha


Estou numa fase em que não quero que ninguém saiba da minha vida, só sabem o que eu escolho partilhar e por vezes só sabem porque não dá para esconder como acontece com quem mora cá em casa. Só o meu namorado sabe de tudo.
O exemplo disto é o ginásio, cá em casa todos sabem e no trabalho porque levo a mala e no inicio cheguei a ir treinar algumas vezes à hora de almoço.
Não partilhei com ninguém porque não quero que me façam perguntas, não quero que esperem resultados ou me perguntem por eles.
Outra situação foi a marcação de um fim de semana fora de Lisboa para mim e o meu namorado. Andei no Google, cheguei a perguntar umas dicas e sugestões à Cátia (que foi uma querida!!) e evitei perguntar a um familiar do meu namorado que é agente de viagens. Evitei mas sem sucesso. E o que aconteceu foi que depois de ele ter pedido hotéis e valores toda a gente passou a saber que íamos de fim de semana.
Não tem mal mas prefiro que saibam quando e se eu quiser que saibam e não porque alguém decide por si falar dos outros.

12 comentários:

Andreia Morais disse...

É a tua vida e tens todos o direito de não querer partilhar tudo com toda a gente. Sou igual :)

TheNotSoGirlyGirl disse...

Fazes bem. Ninguém tem nada a ver com a tua vida! A vida é para a víveres da melhor forma que achares que deves viver!

E: sim, eu escrevo sempre em inglês. Não vivi em Portugal durante a infância e falo inglês e português fluentemente;)

TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

Seriously Kidding disse...

Eu sou partilho aquilo que quero a quem quero e quando quero. Mesmo que me facam perguntas, se nao quiser responder, nao respondo. A vida e' minha, eu nao faco perguntas a ninguem nem quero saber da vida dos outros, porque e' que os outros hao-de querer saber da minha?
Beijinhos,

Nini (karina sem acento)
Seriously Kidding

uma Andreia nunca vem só disse...

Tens razão.
É o melhor :)


AA do Uma Andreia nunca vem só | Facebook

Mary disse...

Tens toda a razão. Acho que devemos guardar a maior parte das coisas para nós e partilhá-las apenas com os nossos, aqueles a quem realmente queremos contar alguma coisa :)

M. disse...

Como te compreendo bem! Estou numa fase igual.

Classe Cappuccino disse...

Como te entendo, percebo tão bem.

Raquel disse...

Também sou assim, prefiro que não saibam de nada e não gosto nada que me façam perguntas de coisas que não quero contar. Há pessoas tão cuscas -.-' E que tèm uma lata, que enfim... Há coisas que só a nós dizem respeito e ninguém tem nada a ver com isso. Querem saber tudo, fogo...

Vanessa Gonçalves disse...

Eu percebo-te...passei isso antes de me juntar! É horrível!
Um beijinho grande linda!

Noora S. disse...

Como eu te compreendo, não gosto nada que andem por aí a libertar o que me vai na cabeça, especialmente os meus planos. E como costumam dizer "O que ninguém sabe ninguém estraga".
Tu tens o direito de escolher o que queres e o que não queres partilhar, mas a verdade é que existem situações que parece que não conseguimos mesmo esconder (infelizmente).

http://norwegian-heart-portuguese-blood.blogspot.com/

Ocirelia disse...

Sou um pouco como tu, no que toca à minha vida pessoal só os mais chegados a sabem, e com mais chegados refiro-me a 2-3 pessoas e os meus pais. Quanto menos pessoas souberem mais probabilidade de dar certo terá.
Beijinhos ❤

Blog | Twitter | Instagram

Miguel Pereira disse...

Nada melhor do que ter a nossa privacidade. É horrível quando as pessoas não param de falar das nossas vidas.
Já tinha saudades de passar por aqui!

https://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...